Regulamentação para escolas bilíngues

Regulamentação para escolas bilíngues

Felicidade! Este é o sentimento que esteve presente nos corações de todos os que estudam, trabalham e pesquisam sobre educação bilíngue. Finalmente foi aprovada pelo Conselho Nacional de Educação as Diretrizes Nacionais para Educação Plurilíngue no Brasil.

Este é um importante passo para educação brasileira. Agora será possível "separar o joio do trigo”.

A diretriz traz importantes definições e regulamentações, orientando a comunidade escolar sobre o que é, de fato, uma escola bilíngue. Ela define e diferencia com clareza o que é escola internacional, escola bilíngue e escola com carga horária estendida. Além disso, estabelece informações relevantes acerca da carga horária mínima requerida para língua adicional para cada seguimento, exige qualificação do professor (incluindo nível de proficiência) e trás algumas regras de como a escola deve explicitar a divulgação junto ao seu público.

Para as escolas que se intitulam bilíngues, o parecer estabelece um prazo para adequação.

Apesar de aprovado, o parecer ainda não foi homologado. O texto original já recebeu várias respostas na consulta pública, foi alterado, e agora aguarda a sua publicação no Diário Oficial.

Para acessar o parecer na íntegra clique aqui.

Por Leila Chagas, diretora da Uptake Franchising

15/10/2020 às 18h26

Tags: escola bilíngue, escola inglês juiz de fora, programa bilíngue, diretrizes escola bilíngue

Voltar para Novidades